Início > Actualidade, Futebol > Noite de Contrastes

Noite de Contrastes

Uma noite de contrastes foi a que se viveu ontem em Paços de Ferreira, enquanto na Mata Real se joga à bola, nas imediações outros preferem fazer disto tudo menos desporto. Não me admiro nada, que algo corra mal nas próximas deslocações da vara de porcos à capital de Portugal. O incitar à violência já é por demais evidente, se os ataques de cobardes criaturas são para a incompetente polícia resolver, recordo que antes do jogo a polícia soube deter 5 adeptos por escaramuças com a chegada do autocarro do Benfica, já a direcção do clube provinciano tem de se demarcar destes actos dignos de 4º mundo, coisa que bem sabemos… Não vai acontecer. Nem mesmo o maior clube do mundo com os melhores adeptos do mundo poderão ficar indiferentes ao que tem sucedido com as equipas de diversas modalidades e dirigentes da instituição maior que Portugal cada vez que se desloca à província do Porto, por isso se fôr adepto do azul, mantenha-se calmo e não faça muitas ondas é que há malucos para tudo.

Mas falemos de futebol, falar de futebol é falar em Pablo Aimar, é falar em Saviola, é falar em Nico Gáitan, é falar em tango Argentino é falar em espectáculo e de grandes hinos ao futebol que vimos ontem na mata real. O jogo começa com um pénalti derivado de uma agressão de um jogador do Paços a Jávi Garcia, estranha-se só o cartão amarelo e estranha-se também, agora que isto está decidido a excelente observação por parte do árbitro, aliás até nem me espantaría que os árbitros tenham instruções para alargarem os critérios para o jogo que se segue na luz, para depois os andrades poderem dizer que até roubados são campeões, mas isso é só daqui a 2 semanas. Falemos antes da verdadeira essência do desporto e neste caso concreto de futebol, o Benfica que entrou em campo sem portugueses (tal como Mourinho fez um triplete na Itália com um italiano a maior parte das vezes no banco, tal como o Chelsea que nos últimos 18 convocados tem 3 ingleses, tal como todas as equipas no topo dos campeonatos mais competitivos tem entre dois e três jogadores daquela nacionalidade e tal como existem estrangeiros a jogar nas selecções, parece que está difícil assumir que o mundo do futebol mudou, se para pior ou melhor, é discutível, mas o indiscutível é que mudou), como a imprensa gostou de frisar, com Jardel ao lado de Luisão em vez de Sidnei, Carole no lado esquerdo no lugar do Fábio Coentrão e Jara no lugar de Salvio como as alterações ao 11 habitual. Carole, precisava desta oportunidade de jogar com os habituais titulares e se já no jogo com o portimonense tínhamos visto boas indicações, este jogo serve para dar mais força à ideia que Carole é um valor a ter em conta no futuro e o auto golo não mancha em nada a sua boa exibição, de resto a Mata Real, assistíu a um real show de bola por parte do Benfica, quando a armada argentina engata não há muita coisa a fazer para os adversários a não ser… perder por poucos e ontem culminou com cinco bolas a uma a um  Paços de Ferreira que se encontrava à partida para esta jornada em 4º lugar, 4 pontos atrás do Sporting, ou seja por ironia do destino até acabamos por ajudar o outro lado da 2ª circular. Mais dois golões a seguir ao penalti, um por parte de Aimar com 2 toques na bola um para dominar e o outro para finalizar depois de um sublime passe de Saviola e outro um golão daqueles de bandeira por parte do Nico Gáitan que num pontapé em jeito colocou a bola na baliza em arco no ângulo superior oposto ao remate, dão uma vantagem que ao intervalo se cifrava em 3-1 para o Benfica, na segunda parte foi o natural tirar o pé e com Paços a jogar com menos um só se assistíu a alterações no marcador com a entrada do vivo e bem vivo, Nuno “Golos” que marcou mais 2 e que dão o resultado final de 5-1. Nuno Gomes conta já com 5 na contagem pessoal em 88 minutos de jogo no campeonato. Resta dizer que estiveram tantos espectadores no estádio a uma segunda feira à noite e onde o Benfica já não luta por esta competição como com os andrades que moram a 2 passos dali, imaginam como sería se o Benfica ainda lutásse pelo campeonato? Pois…

Para finalizar e se dúvidas existissem:

Ainda há quem me pergunte porque sou do Benfica? Será por causa disto?

Paços de Ferreira x BenficaPaços de Ferreira x BenficaLuisão e Cardozo (EPA/Estela Silva)Paços de Ferreira x BenficaPaços de Ferreira x BenficaPaços de Ferreira x Benfica

Ou será por isto?

Incidentes (Estela Silva/Lusa)Luis Filipe VieiraIncidentes (Estela Silva/Lusa)

Mas eu digo-vos… É por isto, por tudo e ainda por mais alguma coisa, que fui, sou e serei sempre do Benfica, um clube maior que Portugal!

Anúncios
  1. Eterno Glorioso
    22/03/2011 às 19:27

    Bom post, bom artigo, excelente descrição do que se passou na mata real. O resto… é o que já estamos fartos de saber. Espero que todos os Benfiquistas, no próximo jogo com os porkos, não se igualem a eles. Porque não somos porkos; porque não somos corruptos; porque não somos mafiosos; porque não somos bandidos; porque não somos criminosos; porque não somos bandalhos; porque não somos COBARDES! Porque pura e simplesmente os simpatizantes e sócios do MAIOR CLUBE DO MUNDO não podem descer ao nível de arruaceiros que, comandados por mafiosos corruptos, devidamente certificados, apenas sabem fazer isto na vida. CARREGA, BENFICA!!!

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: