Início > Futebol, Liga Portuguesa, Opinião > Pró ano há mais…

Pró ano há mais…

Primeiro que tudo devemos uns parabéns ao sportém, provou ontem que são sem sombra de dúvidas e inequivocamente a 4ª melhor equipa de Portugal, qual Marítimo, qual V. Guimarães, merecem efectivamente terminar o campeonato no primeiro lugar que dá acesso à liga Europa e longe dos 3 primeiros.

Sobre o jogo de ontem penso que o Artur resumiu o que se tem passado ultimamente com os nossos jogos, para se marcar penaltis a nosso favor quase que se tem de mandar o jogador para o hospital e na área inversa qualquer sopro é penalti, mas isso é uma coisa que infelizmente acontece desde que alguém nos encomendou as faixas de campeão… O Artur que ontem foi mais uma vez rei também diz que o campeonato fica manchado por graves erros dos árbitros, isto não deixando de ser verdade, só se torna mais evidente porque também houve uma clara inépcia em nos mantermos como primeiros e já sabemos que esta é uma situação para a qual o Benfica deve estar sempre atento e sobre alerta, o circo foi recentemente desmontado, mas também depressa se monta noutro sítio com outros nomes, com outros ursos, palhaços, etc.

Agora vamos ao que interessa e já fazendo um pouco o balanço da época do nosso Benfica, penso que fica demonstrado com mais um ano de Jorge Jesus à frente de comando técnico, que o Benfica não consegue lidar com a natural pressão de ser o melhor e acaba por vacilar nos momentos chave. Desta vez, nem sequer vou discutir opções técnicas, todos nós temos um pouco de treinador de bancada mas isso apenas serve para entreter o pagode, umas opiniões são mais válidas ou fundamentadas e outras são mais de paixão e tomadas de ânimo leve.

Jorge Jesus é um treinador que até consegue incutir uma mentalidade ganhadora e quanto baste até ganha algumas coisas, só que umas simples coisitas não servem para a alimentar dimensão de um clube como o Benfica e são estas e outras que fazem de nós um clube diferente de por exemplo o clube que defrontámos ontem. O seu discurso apresenta-se já gasto, porque na minha humilde opinião, o Jorge Jesus é um treinador que não sabe perder, bem sei que até não acontece muitas vezes, mas o problema é que são em alturas de decisão irreversível e quando digo não saber perder não é só da forma como se queixa dos árbitros, das lesões, dos castigos, etc que nisso até tem razão, o problema é que não consegue aproveitar as derrotas e os momentos menos bons para transformar o grupo mais coeso e mais forte. Quando se ganha todos são bons, até os que nada valem, quando se perde tudo é mau, até os que têm valor…

Vamos passar mais um ano em branco no campeonato, na taça de Portugal fomos precocemente eliminados, na Champions cumprimos embora fique um amargo de boca em que poderíamos ter ido mais longe, na Taça da Liga, estamos na final e não se pede menos que ganhá-la, sei que muita gente teimosamente a desvaloriza, eu pelo contrário acho que é um troféu como os outros com todas as equipas profissionais do futebol português e onde entra o Benfica é para ganhar, mas no objectivo central, o campeonato falhámos mais uma vez redondamente, restando-nos lutar por um acesso directo à Champions para o ano. No geral o balanço é mais uma vez negativo para as nossas aspirações, para o valor dos nossos atletas, clube e pelo valor de toda a massa que acompanha este grande clube. A verdade é que um fcp com um treinador e um plantel minimamente competente já tinha resolvido esta época à muito tempo e nós pelo contrário não conseguimos aproveitar o melhor plantel da liga e curiosamente um dos que reúne mais consenso entre nós adeptos.

Existem muitos que teimam em massacrar a questão do defesa esquerdo, mas nos primeiros 2/3 de campeonato todos diziam maravilhas da equipa e nem se lembravam do Capdevilla no banco, isto sem o Roberto é que é, eram bonequinhos com o 33, éramos os maiores, agora que isto começou a descambar assobia-se o defesa esquerdo em casa e procuram-se todos os bodes expiatórios, possíveis e imaginários, mas a verdade é que um elo mais fraco numa equipa existirá sempre dentro de campo e por vezes até poderá ser o que até então foi o melhor jogador e o mais regular, agora a maneira com que a equipa técnica e até nós os adeptos o expomos às fraquezas é que fica muito mal e em nada nos favorece.

Para finalizar, sei que isto é uma coisa que exige muita responsabilidade e ponderação, mas exige-se uma tomada de posição em relação à continuidade do Jorge Jesus à frente do comando técnico do Benfica terá de ser tomada pela direcção e pelo Presidente do Sport Lisboa e Benfica, ou quem sabe até pelo próprio Jesus, se calhar até lhe ficava bem colocar o lugar à disposição, embora acredite que isso seja difícil de acontecer. O risco que corremos é a de uma nova época não ser atempadamente e devidamente preparada, pelo eventual novo comando técnico.

Divagando um pouco pelos possíveis nomes à frente dos nossos destinos, ficaria de alguma maneira contente por ver alguém com uma forte identificação com a nossa instituição e que já por cá tenha passado e divagando mais um pouco, não me admiraria que a acontecer a saída de Jesus do Benfica o destino fcp, até não fosse um dos mais prováveis…

Anúncios
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: