Início > Futebol, Liga Portuguesa, Opinião > O Benfica somos todos e o Benfica é um

O Benfica somos todos e o Benfica é um

40.099 pessoas assistiram a um jogo morno em que o Benfica entrou muito bem na partida e onde ao intervalo já vencia por 2 a 0. Na segunda parte ainda se sentiu um pouco a ansiedade que vive a equipa com o Marítimo a reduzir, mas os golos da tranquilidade haveriam de chegar e resultaram num final de 4-1. Os golos foram apontados pelo Nolito que bisou, 1 do Rodrigo e 1 do Bruno César, os meus destaques individuais vão para o Nolito e para o Matic.

Este foi o dia em que aproveitei os bilhetes de que dispunha de oferta do Redpass para levar o meu filho à bola, sim porque ele até agora ainda não mostrou grandes dotes para doentinho do Benfica como eu, mas já antes de nascer vibrava com os golos do glorioso, logo até posso dizer que antes de nascer já era… É triste que este jogo pouco mais serve que adiar a festa aos amigos do alheio e ainda mais triste se torna quando se assiste a um público nas bancadas divorciado do jogo e divorciado do que diz o nosso lema. Nem vou discutir se a razão está do lado dos NN ou dos “sócios da central” agora deixa-me triste verificar e assistir a isto tudo logo nas raras vezes que trago o meu filho à bola, claro que nem ele se apercebeu do que se passou, pois um jogo de futebol na nossa catedral e muito mais que No Name Boys e muito mais que sócios de central ou de adeptos de ocasião, ou presidentes e treinadores. Para mim o simples facto de ver aquelas camisolas encarnadas no campo e motivo suficiente para me pôr em modo Benfica, em modo de vibrar, de lutar para vencer sempre e não ter de assistir a todas estas birrinhas que vão florescendo e minando por dentro o nosso glorioso SLB. Tento-me perguntar enquanto adepto do Benfica, se estaremos preparados para não ser o clube em Portugal com mais títulos de campeão nacional? É uma pergunta que é feita com 6 títulos (ao que tudo indica) a mais mas que já esteve muito mais longe de ser ultrapassada e que mesmo inconscientemente paira nas nossas mentes. Para mim a resposta é mais que óbvia, pois quando escolhi este clube, ao contrário de milhentas outras coisas, escolhi-o para o resto da vida, ou seja, quando morrer, podem por na lápide:”Aqui jaz um doente do Benfica”. A vida é feita de vitórias e derrotas, não sou exclusivamente do Benfica só porque era o clube com mais títulos em Portugal, ou por ter mais sócios no mundo, escolhi o Benfica porque dou valor à família, porque me identifico com a história e com quem fez e lutou por esta gloriosa instituição. Se a definição de religião é a de incondicionalmente apoiar, sacrificar e seguir uma doutrina, então a minha religião é definitivamente o Benfica e o Ser Benfiquista. O Benfica sou eu, és tu, é ele, somos nós, sois vós e são eles, o Benfica somos todos e o Benfica é só um.

Anúncios
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: