Arquivo

Posts Tagged ‘Taça de Portugal’

Taça de Portugal Futsal

Benfica vence o jogo da final da taça de Portugal frente ao Modicus por 2-1 com os golos a serem apontados pelo Joel Queirós.
É a 5ª taça que o Benfica conquista nesta modalidade. Parabéns a todos pela conquista.
Benfica vencedor da taça de Portugal Futsal 2011-2012

Benfica vencedor da taça de Portugal Futsal 2011-2012

Benfica vencedor da taça de Portugal Futsal 2011-2012

Anúncios
Categorias:Futsal Etiquetas:, ,

E o impensável aconteceu

São vários e numerosos os adjectivos com que podemos caracterizar os nossos sentimentos pós derrota por 1-3 na nossa casa e consequente eliminação da taça de Portugal, incrédulo, desmoralizado, agastado, envergonhado, triste, angústiado, revoltado e resignado serão certamente alguns deles. Não passaría pela cabeça do mais pessimista ao mais céptico benfiquista, perder esta eliminatória depois de ter ganho por 2-0 no estádio do fcp, mas o facto foi que aconteceu e nem os erros da arbitragem (coisa que já até alguns benfiquistas já encaram como natural e normal), que os houve, serve de grande atenuante para verificarmos a resposta em campo perante os golos que se íam sucedendo. Este jogo pôe a nú várias realidades que custam a digerir mas temos de as reconhecer:

– O actual plantel carece de opções válidas para substituir alguns titulares nalguns sectores da equipa, falo mais precisamente nos extremos, a falta do Salvio e do Gaitán foi por demais evidente. Mas esta lacuna foi notória logo no início do campeonato até o Gaitán e o Salvio finalmente “agarrarem o lugar”, ou seja, as faltas do Di maria e do Ramires, foram difíceis de substituir e quando foram feitas, são únicas e exclusivas de 1 jogador por posição.

– O Benfica deste ano não consegue ter uma cultura e um espírito ganhador e sofredor, não tem mentalidade para perceber quando deve atacar, matar ou sofrer em cada situação. Perdeu toda aquela mentalidade e confiança em si próprio. Treme que nem varas verdes quando sofre um golo e mais dificilmente recupera com contrariedades. Isto já podería ter acontecido bem à pouco tempo em Eindhoven quando sofremos dois golos e trememos por todos os lados.

– Depois há o “futebol” fora de campo que aí então é que levámos mesmo uma grande cabazada, é que a nossa maneira de estar e de agir é muito diferente da do nosso adversário e o que aconteceu foi que descemos de nível e veio ao de cima aquela velha máxima: “Nunca discutas com um idiota… ele rebaixa-te ao nível dele e vence-te pela experiência” e foi o que aconteceu com a maneira que a direcção encarou estes embates. Das duas uma, ou descemos de nível e passamos a ser autênticos pintínhos mestres mas sabemos como agir e que armas temos, ou então teremos de nos deixar de palhaçadas e preservar a nossa identidade de maior instituição portuguesa e é aqui que reconheço uma das grandes falhas desta direcção.

Sería bom que houvesse por aí alguém que reunisse um consenso entre benfiquistas e que estivésse devidamente identificado com a nossa cultura enquanto clube que começásse a criar uma alternativa credível para se apresentar nas eleições, porque se não houver também não poderemos criticar por criticar. Até lá é o que temos e é com estes que continuaremos a ser Benfica até morrer.

Para finalizar e para dizer a verdade, não sei como nos iremos apresentar nos jogos que faltam, para já temos uma final da taça da liga com o Paços de Ferreira no sábado e depois as meias finais da Liga Europa, mas de uma coisa podem estar certos, desta vez e da minha parte digo que não sou menino para vaiar a nossa equipa, até porque sería injusto e ficaría muito mal a certos jogadores, mas o grito de revolta e de união terá de vir de dentro para fora do campo, terá de ser o plantel e equipa técnica a puxar por nós sócios, adeptos e simpatizantes, coisa que aliás e com muita pena minha não ouvi nos discursos pós derrota, espero estar redondamente enganado porque se isso não acontecer vamos mesmo acabar esta época com a nossa auto-estima muito mal tratada, mas claro sempre com a mesma certeza de colocar o nome do Sport Lisboa e Benfica sempre e sempre acima de qualquer viscosidade que possa por aí aparecer.

Categorias:Actualidade, Futebol Etiquetas:
%d bloggers like this: