Arquivo

Posts Tagged ‘Vitória de Setúbal’

Quero o meu Benfica de volta

Óscar Tacuara Cardozo - Bola de Prata 2011-2012 20 golos

Óscar Tacuara Cardozo – Bola de Prata 2011-2012 20 golos

Parabéns a um dos maiores goleadores que passou pelo Benfica pela conquista da bola de prata. Último jogo da época e o que eu desejei no início ter sido este o jogo onde veríamos este clube subserviente a ostracizado pela agremiação de contumil fazer de bombo da festa, mais um ano que passa sem o Benfica ser campeão, mais um ano a esfregar as mãos e a arrumar a bandeirinha. Se bem me lembro quando começou a época desejei que o Jorge Jesus me calásse como me calou na primeira época, mas isso infelizmente não se verificou, o objectivo central falhou mais uma vez embora reconheça que na Champions o objectivo foi mais ou menos conseguido, ganhar a taça da Liga e ficar em segundo lugar com um plantel como estes e com um adversário que tem um treinador comó Bitó é curtíssimo e o pior é que quem se sente mais envergonhado aparentemente somos nós os adeptos, por assistirmos a todo este rol de incompetências, roubos, corrupção e não vermos uma atitude firme contra um sistema que a pouco e pouco se vai recompondo dos anos áureos e dourados. Imagine-se que a maior figura do apito nacional com directa influência nas erradas decisões de vários campeonatos, o desdentado proenciano vai finalmente ter um prémio de carreira ao arbitrar a final da champions league. Ninguém pode apoiar um presidente que pactua com este sistema e com um treinador que não responda à letra aos porquistas e afins. O Benfica é um clube que actualmente luta contra todos pelos vários campeonatos até ao fim, mas depois vê as vitórias fugirem e o saldo começa a ser manifestamente curto, lutámos com o fcp em futebol senior, ficámos em segundo, em juniores foi com o scp, ficamos em 2º, em juvenis o mais certo é ir perder para o fcp, ficamos possivelmente em 2º, os iniciados para já fogem a esta regra e felizmente salvam a honra da formação de futebol, em Voleibol depois de uma época imaculada perdemos para o Espinho a campeonato ficam a taça e supertaça, no Andebol ficámos arrumados mais cedo embora ainda se lute pelo 2º lugar, será que o futsal, o hóquei e o basquetebol conseguirão contrariar esta espiral de falhar nos momentos chaves? Espero sinceramente que sim. Mas a pergunta que fica é por onde anda aquele clube com a chama imensa, que enchia pavilhões e que lutava por tudo e tudo vencia? Que cultura de vencer é esta, quando se falha nos momentos cruciais? O Benfica até pode ser perder 1 campeonato mas a seguir é ganhar 5, não é este o Benfica que todos conhecemos. Será que antigamente (quando digo antigamente digo-o mesmo depois do 25 de Abril até finais de 80 e não das alturas do salazarento que os antis tão bem gostam de erradamente salientar) não existiam igualmente mil e uma manobras para derrubar o maior? Claro que sim, a diferença é que não eram bem sucedidas e hoje infelizmente tudo vale e tudo se permite para derrubar o Benfica, porque já se encontrou algum tipo de fraqueza. Concordo quando dizem que o Benfica tem de lutar contra os outros e contra si próprio pois isso é uma coisa que está intrinsecamente ligada a tudo o que é enorme. Não deixarei de fazer referência a tudo o que conquistaremos no futuro, nunca, mas nunca poderemos desistir de lutar e ver o nome do glorioso onde deve estar no topo dos topos e é por isso que queremos todos o Benfica de volta e não esta versão.

Anúncios

Não há três sem quatro…

Mais uma goleada confirma que o Benfica está num dos melhores momentos da época, fim da 1ª volta e acabamos isolados na liderança. Os moços que vieram de Setúbal também já têem uma história para contar aos seus netos, o dia em que mais de 56.000 pessoas estiveram presentes para ver um jogo onde participavam e só espero que voltem a participar outra vez numa grande festa na última jornada.

Começou melhor o Vitória com um golo com muita sorte à mistura e aproveitou talvez a menor rotina em processos defensivos do Jardel e Matic, a substituir o lesionado Garay e o castigado Jávi, Mas depressa se percebeu que esta equipa não tinha andamento para o Benfica, tal não eram as oportunidades que o Benfica começou a criar e assim começaram a nascer os golos, primeiro por Nolito, mais uma vez muito bem a entrar pelo seu flanco e a rematar cruzado e depois um bis de Cardozo que já marca à 6 jogos consecutivos e também apresenta-se num excelente momento de forma, mas como isto custa a muita gente, lá teve de vir a reacção arbitral e aquela expulsão é de todo ridícula, ainda que não quisésse marcar pénalti a expulsão é claramente forçada. Matic marcou o quarto e fechou a contagem num excelente cabeçeamento  na grande área a centro do Nico Gaitán.

Fico feliz ver o Benfica conseguir imprimir uma excelente dinâmica mesmo sem o maestro em campo, para isso muito contribuem o Axel Witsel e Rodrigo, com os médio ala Nolito e Bruno a ajudarem muito bem o ataque. Penso que nesta viragem de campeonato, com o Benfica a apresentar este nível exibicional e a manter a liderança, não irá só encher os jogos na catedral, mas sim por onde quer que ande pelo país fora, pois como todos muito bem sabemos que o Benfica está muito longe de ser um mero clube regional. O calendário como é sobejamente conhecido é-nos teoricamente mais favorável, o que indicía um normal crescimento de euforía, mas não nos podemos distrair e focarmos toda a atenção no resto do campeonato, os jogos ganham-se é dentro do campo a jogar, por isso continua Benfica rumo ao 33!

 

%d bloggers like this: